Disputa Nervosa ocupou o Zona Last no dia 14 de agosto. Crédito: Thiago Fonseca
15 ago 2017

Disputa Nervosa cresce em BH e ocupa novos palcos urbanos

Disputa Nervosa ocupou o Zona Last no dia 14 de agosto. Crédito: Thiago Fonseca

Thiago Fonseca *

Não há sinal melhor de que um projeto deu certo é quando independentemente de data ou local, o negócio faz sucesso. Assim tem sido a trajetória do projeto La na favelinha, em especial as Disputas Nervosas que tem promovido por aí.

Na segunda-feira, véspera de feriado, foi a vez Zona Last, tradicional bar do Santa Tereza, receber um time de responsa de dançarinos. A casa abriu as portas para mais uma edição da festa Last Nervosa – Disputa na Zona, promovida pelo Lá da Favelinha, da comunidade do Aglomerado da Serra. MC Kdu dos Anjos + Dj Seduty – Rj também agitaram a noite.

Na disputa, oito dançarinos se enfrentaram. A dança do passinho, a sarrada e os passos de funk tiraram o fôlego do público. Os passistas de ambos sexos, entre eles amadores e profissionais, mostraram que a disputa é mesmo nervosa. Todos os passinhos foram válidos: passinho do Romano, montagem, passinho foda e outros. Dessa vez quem faturou o prêmio de R$100 foi o Vitinho do bairro Caiçara que enfrentou, na final, o Brenux do Primeiro de Maio.

As batalhas promovidas pelo Lá da Favelinha são realizadas em BH e já chegaram até no Rio de Janeiro. Foi a primeira vez que o evento ocupou o Zona Last. A parceria surgiu do convite dos proprietários do bar e do anseio do público. Qualquer um podia participar, era só preencher uma ficha de inscrição dias antes. E o evento foi de graça, bem no meio na rua e atraiu centenas de pessoas.

“A disputa do passinho é para ocupar os espaços público, afirmar o empoderamento da favela, a nossa autoestima e a nossa luta. Viemos aqui para falar que funk é cultura e arte. Eles querem criminalizar o estilo, mas mostramos todo um processo de aculturação que é autogerido e mostra nossa comunidade”, afirma Kdu dos Anjos, idealizador e gestor do projeto.

CENTRO CULTURAL LÁ DA FAVELINHA

O Lá da Favelinha é um Centro Cultural independente do Aglomerado da Serra, idealizado por Kdu do Anjos, autogerido pelos moradores e voluntários. No espaço são oferecidas mais de 16 oficinas gratuitas de segunda à sábado. Uma delas é a do passinho, ministrada pelo “Passistas Dancy”. Além de aulas de canto, teatro, inglês, rap, capoeira e dança. O local trabalha empreendedorismo da comunidade, promove palestras motivacionais, além de festas durante todo o ano.

Quem quiser conhecer ou participar das oficinas o Centro Cultural fica na rua Dr. Argemiro Rezende Costa, 191, Novo São Lucas, Favelinha, Aglomerado da Serra. Mais informações por aqui: www.facebook.com/oficinaladafavelinha

* Com a supervisão de Carolina Braga

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

Encontro Internacional de Narração Artística chega a BH

Histórias de algumas partes do Brasil e do mundo poderão ser ouvidas durante cinco dias na segunda edição da Candeia. O encontro internacional de narração artística ocupa o Sesc Palladium de 13 a 17 de junho. A ideia é valorizar, promover a escuta e a palavra por meio da tradição oral. Dessa forma, trazer para […]

Leia Mais

Dada a largada para o Festival Internacional de Quadrinhos de BH

Foi em um bate-papo na Casa Fiat de Cultura, nesta terça-feira, dia 22, que a Secretaria e a Fundação de Cultura divulgaram a programação da 10ª Edição do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte. O evento será realizado de 30 de maio a 3 de junho. As atividades se concentrarão na Serraria Souza Pinto […]

Leia Mais

Ópera pelo avesso: nos bastidores de ‘La Traviata’

Ao terceiro sinal todos os 11 solistas e 140 músicos da Orquestra Sinfônica e do Coral Lírico de Minas Gerais  estão a postos. Se distribuem entre palco e foço. O abrir da cortina mostra o quão grandiosa é a produção. É o avesso dela que nos interessa revelar. Além dos solistas, músicos e do coral […]

Leia Mais

Comentários