Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 21 de julho

Hora das dicas selecionadas para o seu fim de semana com a nossa Culturadoria. Tempo de férias é difícil fugir das recomendações básicas para a meninada. Para eles, teremos o Festival Saci, que chega à 7ª edição com 15 atrações. Além disso, Nando Reis traz à BH a turnê de Jardim-Pomar, o Festival Gentileza ocupará a Praça Floriano Peixoto com váaaaarias atrações e a nova exposição do CCBB-BH, do austríaco Erwin Wurm promete sacudir os entendimentos do que é arte de muita gente. 

O Corpo é a casa de Erwin Wurm. Crédito Carolina Braga.

Aposto que a exposição O Corpo é a casa, do austríaco Erwin Wurm será daquelas dignas de filas e mais filas no CCBB. Primeiro porque ela é muito lúdica. Segundo porque é popular. Além dessas duas características é também crítica em relação ao mundo que vivemos hoje. Tem provocações bem típicas da arte contemporânea. A mostra tem curadoria de Marcello Dantas. Ele escolheu trabalhos gigantescos como a Casa Gorda, que pesa duas toneladas, e outros que incentivam a interação, como a série One-Minute Sculptures. Mais que valer a visita, vale a brincadeira!

[O QUE] O Corpo é a casa de Erwin Wurm [QUANDO] De 19 de julho a 18 de setembro [ONDE] Centro Cultural Banco do Brasil (Praça da Liberdade, 450 – Telefone: 31 3431-9400) [QUANTO] Grátis

Festival Gentileza. Crédito Eric Rahal.

FESTIVAL DA GENTILEZA

A proposta mais nobre deste evento é transformar a gentileza em um verbo, uma ação. Este ano o tema é Tempo, cidade e Arte. A partir da pergunta “o que você gostaria de fazer para a cidade?” coletivos como Benfeitoria, Nossa Grama Verde, Quartoamado, Beagá Cool, Micrópolis e Cine Growler foram estimulados a propor ações. Isso significa que teremos além de shows e cinema, piquenique, feira de publicações, aulas de yoga, contação de histórias e muito mais. Na música, o que atraiu minha atenção foi o encontro de Ná Ozzetti com Patrícia Bastos e Dante Ozetti.

[O QUE] Festival da Gentileza [QUANDO] 21 a 23 de julho, 08h às 20h [ONDE] Praça Floriano Peixoto Santa Efigênia, BH, (31) 3889.0364 [QUANTO] Entrada Gratuita.

Jairzinho e Tania Khalill no espetáculo Grandes Pequeninos. Reprodução da Internet.

FESTIVAL SACI

É fácil ficar perdido na extensa programação do Festival Saci. O ponto positivo é que são tantas atrações legais que não tem problema se perder. O evento que já está na sétima edição terá pelo menos 15 atrações entre shows e oficinas. O destaque deste final de semana é apresentação de Jairzinho e Tania Khalill no espetáculo Grandes Pequeninos. Lá no Parque Serra do Curral haverá o Manto Infância, com diversas atrações para os pequenos de 0 a 6 anos e também para os casais grávidos. As atividades são gratuitas. Será entre 9h e 12h, deste sábado. Confira aqui todos os detalhes na programação.

 [O QUE] Festival Saci [QUANDO] De 22 a 30 de julho [ONDE] Centro Cultural Sesiminas (R. Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia), Parque Serra do Curral (Av. José do Patrocínio Pontes, 1951 – Mangabeiras) e a Praça Floriano Peixoto [QUANTO] Preços variados. O show Grandes Pequeninos custa R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) [COMPRE AQUI] 

Bicho do Mato Mostra Tapetes Contadores. Crédito Clau Pavesi.

MOSTRA TAPETES CONTADORES

Com 19 anos de experiência no teatro, me parece um tanto raro que seja a primeira vez que o grupo carioca Tapetes Contadores faça uma temporada em BH. E ela é breve. A companhia especializada na contação de histórias traz três espetáculos: “Bicho do Mato”; Cabe na Mala?”; e “Sol, Chuva e Tapete”. Uma característica dessa companhia é que os próprios atores costuram e usam tapetes e outros objetos de tecido como cenário e elementos diversos para dar vida a contos tradicionais.

[O QUE] Mostra TAPETES CONTADORES [QUANDO] 22 e 23 Julho, 10h, 16h e 17h30 [ONDE] CCBB-BH (Praça da Liberdade, 450,Funcionários, BH, (31) 3431-9400) [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia).

Nando Reis em BH. Reprodução Facebook.

NANDO REIS

Nando Reis lança em BH o disco Jardim-Pomar, o oitavo da carreira. É um álbum de clima mais roqueiro e assim tem sido os shows da turnê que começou em março. Claro que ele não fica focado só no repertório do CD. De outros tempos tem Marvin sucesso dos Titãs Os cegos do castelo (1997) e as baladinha Pra você guardei o amor (2009) que ele gravou com a mineira Roberta Campos, Dois Rios, gravada pelo Skank, Relicário e All Star sucessos do repertório de Cássia Eller.

[O QUE] Nando Reis [QUANDO] 22 de julho, 21h [ONDE] Espaço 4×4 (BR 356, 7575 km 7,5, Olhos d’Água, BH, (31) 3307.7600) [QUANTO] R$180 (inteira) R$90 (meia) [COMPRE AQUI] 

Peça é só uma formalidade. Crédito Núbia Abe.

É SÓ UMA FORMALIDADE

O grupo Quatroloscinco – Teatro do Comum completa 10 anos de atividades e comemora com uma retrospectiva. Este final de semana tem a peça que deu origem ao coletivo: É só uma formalidade. É bacana para o público e principalmente para o grupo revisitar a criação que deu origem a tudo depois de terem vivido experiências cênicas tão distintas. É só uma formalidade é um espetáculo que fala sobre família e relações com uma delicadeza ímpar. Vale a pena!

[O QUE] É só uma formalidade [QUANDO] 20 a 23 de julho, 21h [ONDE] Teatro de Bolso Sesiminas (Rua Padre Marinho, 60 Santa Efigênia, BH,(31) 3241-7168) [QUANTO] R$ 10 (inteira) R$ 5 (meia) [COMPRE AQUI] 

DOMINGO na Sala, solo Cida Falabella. Crédito Thiago Macedo.

DOMINGO na Sala

Seja como diretora, como atriz e mais recentemente como vereadora, Cida Falabella é uma pessoa que sempre tem algo de muito relevante a dizer. O solo Domingo na sala, que ela apresenta no Sesc Palladium, parte de memórias da própria vida. Essa peça estreou na própria casa da atriz e agora será adaptado para um teatro. Haverá uma cena na rua e depois público e artista caminharão para conhecer os relatos confessionais transformados em dramaturgia.

[O QUE] Domingo na Sala, solo da atriz Cida Falabella [QUANDO] 21 e 22 de julho, 21h30, 23 de julho 18h [ONDE] Teatro de Bolso do Sesc Palladium (av. Augusto de Lima, 420, Centro, BH, (31) 3270-8100) [QUANTO] R$ 10 [COMPRE AQUI] 

Meu passado condena, a peça. Reprodução da Internet.

MEU PASSADO ME CONDENA

Depois de dois filmes e uma série na TV a história do casal Fábio e Miá chega ao teatro. Meu passado me condena, a peça, tem texto de Tati Bernardi, que também fez o argumento para os filmes e direção de Inez Viana. Curiosamente a história da peça se passa antes dos filmes. O casal chega da festa do próprio casamento e já começa a discutir a relação.

[O QUE] Meu passado me condena, a peça [QUANDO] 21de julho, 20h [ONDE] Teatro SESC Palladium (Rua Rio de Janeiro 1046, Centro, BH, (31) 3889-2003) [QUANTO] Plateia 1 R$ 120 (inteira) R$ 60 (meia), Plateia 2 R$ 100 (inteira) R$ 50 (meia) Plateia 3 R$ 80 (inteira) R$ 40 (meia). [COMPRE AQUI] 

TRANSFORMERS

Para quem gosta de muita ação, pancadaria e explosão, temos Transformers de volta à telona. É o quinto sobre os carros que se transformam em robôs. Vale avisar que o longa dirigido por Michael Bay não agradou os jornalistas especializados. A crítica Stephanie Merry pegou pesado e o Adoro Cinema destacou: “Assistir “Transformers” é como estar sentado em um carro que está acelerando motor, enquanto está preso na lama. Parece que ele está chegando a algum lugar, mas que tudo o que faz é girar suas rodas”.

TAL MAE, TAL FILHA

A comédia francesa com Juliete Binoche, Tal mãe, tal filha é um respiro em meio a tantos filmes voltados para o público infanto-juvenil. É aquela opção bem sessão da tarde. No enredo, a mãe – papel de Binoche – é malucona e a filha toda certinha. Por coincidência, as duas engravidam na mesma época e isso dá uma sacudida na família.