Culturadoria com as dicas para o seu fim de semana: 18 de agosto

A agenda teatral está bastante generosa no fim de semana na nossa Culturadoria. São várias estreias de peso dos grupos de BH. Tem proposta ousada de Rita Clemente, mostra comemorativa da Cia Afeta e novo espetáculo do Grupo Ponto de Partida, de Barbacena. Na música, o Savassi Festival começa com promissor show de Rosa Passos homenageando Tom Jobim.

SAVASSI FESTIVAL – ROSA PASSOS E MAIS. CRÉDITO MIRNA MÓDOLO.

SAVASSI FESTIVAL – ROSA PASSOS E MAIS

Savassi Festival começa este final de semana e, como de costume, termina com festa na rua nos dias 26 e 27. O que chama atenção na programação de abertura é o show de Rosa Passos. Ela vai fazer uma homenagem aos 90 anos de Tom Jobim com show no Sesc Palladium. Outras atrações que merecem minhas apostas são da nova geração. Uma é o lançamento do novo trabalho do grupo Semreceita e a outra é a apresentação de uma nova obra da pianista Luísa Mitre. Ah, quem tem criança por perto, a programação infantil também está muito legal e é gratuita.

[O QUE] Rosa Passos canta Tom Jobim no Savassi Festival [QUANDO] 19 de agosto, 21h [ONDE] Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro, BH, (31) 3270-8100) [QUANTO] R$ 60 (inteira) R$ 30 (meia) [COMPRE AQUI]

[O QUE] Semreceita [QUANDO] 19 de agosto, 20h [ONDE] Centro Cultural Banco do Brasil – Teatro 1 (Praça da Liberdade, 450, Funcionários) [QUANTO] R$ 20 e R$ 10 (meia) [COMPRE AQUI]

[O QUE] Jazz para Crianças: Moacir de Todos os Santos, com Quartabê (SP) [QUANDO] 20 de agosto, 16h [ONDE] Praça Floriano Peixoto (av. do Contorno, s/nº, Santa Efigênia) [QUANTO] Grátis

[O QUE] Cliff Korman Ensemble – Beatles Para os Pequenos [QUANDO] 20 de agosto, 17h30 [ONDE] Praça Floriano Peixoto (av. do Contorno, s/nº, Santa Efigênia) [QUANTO] Grátis

[O QUE] Luisa Mitre apresenta sua nova obra [QUANDO] 19 de agosto, 20h [ONDE] Centro Cultural Banco do Brasil – Teatro 1 (Praça da Liberdade, 450, Funcionários) [QUANTO] R$ 20 e R$ 10 (meia) [COMPRE AQUI]

Zelia Duncan e Beatriz Azevedo. Reprodução da internet.

ZÉLIA DUNCAN E BEATRIZ AZEVEDO

Só o nome do show já vale: AntroPOPfagia. Eis o encontro de Zélia Duncan e Beatriz Azevedo que tem como um dos objetivos debater – com música, lógico! – o Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade. O repertório tem composições de Beatriz em arranjos antropofágicos, ou seja, que misturam o jazz, a música brasileira, o afrobeat, o jongo, e diversos outros ritmos. Serão dois shows gratuitos, um em Ouro Preto e o outro em Mariana. A proposta já é legal e ainda tem uma banda de peso: Domenico Lancellotti na bateria, Antonio Guerra nos teclados, Marcos Campello na guitarra e Angelo Ursini nos sopros.

[O QUE] Beatriz Azevedo e Zélia Duncan [QUANDO] 18 e 19 de agosto, 21h [ONDE] 18 de agosto, Largo do Rosário, em Ouro Preto; 19 de agosto, Praça Minas Gerais, Mariana [QUANTO] Grátis

Maria Gadú e Orquestra Opus. Reprodução da internet.

 MARIA GADÚ E ORQUESTRA OPUS

O projeto antigo da Orquestra OPUS de aproximar os universos erudito e popular terá como convidada da vez a cantora Maria Gadú. Ela estará acompanhada pelos 22 músicos da orquestra em releituras do próprio repertório. Canções dela como Shimbalaiê, Tudo de diferente e outras selecionadas como Lanterna dos afogados, dos Paralamas e Livros, de Caetano Veloso estarão no repertório desse encontro.

[O QUE] Orquestra de Câmara OPUS recebe Maria Gadú [QUANDO]  18 de agosto, 20h30   [ONDE]  Grande Teatro do Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro, BH, (31) 3270-8100)  [QUANTO] R$ 100 R$ 80  R$ 60 [COMPRE AQUI]

PUTAFARRA. Divulgação Ra Nicolau.

FESTA PUTAFARRA

O gramado do Mineirão terá utilidade diferente nesta sexta. O estádio vai abrigar a PutaFarra, uma festa de música eletrônica comandada pelo trio de DJs Make U Sweat. Eles terão como convidados Guido, Flow & Raul Queiroz, Marina Diniz & Salk, RadioMatik, Pinteiro & KiKo Franco, Fabio Serra & R. Fernandes, Breno Rocha e Morales & Sarah Stenzel. A festa já é conhecida dos paulistas e chega a BH pela primeira vez.

[O QUE] Puta Farra em BH  [QUANDO] 18 de agosto, 23h [ONDE] Gramado do Mineirão (Av. Antônio Abrahão Caran, 1001, São José, BH) [QUANTO] 1º lote R$100 [COMPRE AQUI] 

Antes do fim. Crédito Bianca Aun.

 ANTES DO FIM

Ousadia é palavra de ordem no novo projeto da diretora Rita Clemente. Ela dirige e assina a dramaturgia de Antes do fim. Até aí, nada de novidade. O diferente é que são quatro personagens e cada dia da temporada a peça é narrada a partir do ponto de vista de um deles. Clemente convocou um elenco competente para a empreitada: Fafá Rennó, Odilon Esteves, Márcio Monteiro e Ramon Coelho. Eles interpretam integrantes de um quarteto de cordas que pretende realizar a última récita.

[O QUE] Antes do Fim [QUANDO] 18 de agosto a 25 de setembro, 19h [ONDE] CCBB-BH (Praça da Liberdade, 450, Funcionários, BH, (31) 3431-9400)  [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$10 (meia) [COMPRE AQUI]

Afeta entre Fronteiras. Crédito Luiza Palhares.

A Cia Afeta comemora seus sete anos de vida com uma mostra reunindo os próprios trabalhos e de convidados de São Paulo. Tem também oficinas. As atrações começam neste fim de semana e o tema escolhido para a abertura é Autobiografia e Performatividade. O que isso significa? Bem, que serão destacados trabalhos que tem uma força documental. As peças da abertura são os monólogos Talvez eu me despeça, com Beatriz França e Conversas com meu pai, de Janaína Leite, integrante do Grupo XIX, de São Paulo. São duas opções muito interessantes, viu!

[O QUE] Talvez Eu Me Despeça [QUANDO] 18, 19 e 20 de agosto, sexta, sábado e domingo, às 20h30 [ONDE] Galpão Cine Horto (rua Pitangui, 3613 – Horto) [QUANTO] R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) [COMPRE AQUI] 

[O QUE] Conversas com meu pai [QUANDO] 18, 19 e 20 de agosto, sexta, sábado e domingo, às 20h30 [ONDE] Teatro 171 (rua Capitão Bragança, 35 – Santa Tereza) [QUANTO] R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) [COMPRE AQUI]

Os indicados. Crédito Alexandre Hugo.

OS INDICADOS

Os indicados é o novo trabalho do dramaturgo e ator Vinícius Souza que agora se une a João Emediato. Eles interpretam dois amigos que concorrem a um prêmio internacional e, para isso, precisam preparar um discurso. Vinícius é um dos criadores do Janela de Dramaturgia, um dos projetos mais interessantes que surgiram em BH nos últimos anos. Os textos que ele escreve me encantam pela presença de um humor irônico e um olhar bastante aguçado para a forma como nos relacionamos hoje em dia.

[O QUE] Os indicados [QUANDO] 18,19, 21, 22, 23, 24, 25 a 26 de agosto, 20h e 20, 27 de agosto, 19h [ONDE] Teatro de Bolso Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro, BH, (31) 3270-8100) [QUANTO] R$10(inteira), R$5(meia) e R$4 (comerciários) [COMPRE AQUI]

A tropa. Crédito Elisa Mendes

A TROPA

O ator Otavio Augusto comemora 50 anos de carreira com a volta aos palcos. Em A tropa ele interpreta um pai doente que recebe a visita dos quatro filhos no hospital. O encontro não será nada trivial já que as discussões políticas acabam descortinando as relações familiares. O espetáculo é dirigido por César Augusto, ex-integrante da Cia dos Atores. Completam o elenco Alexandre Menezes, Daniel Marano, Eduardo Fernandes e Rafael Morpanini.

[O QUE] A Tropa [QUANDO] 19 e 20 de agosto; sábado, às 21h, e domingo, às 18h [ONDE] Teatro Sesiminas (R. Padre Marinho, 60, Santa Efigênia,BH,  (31) 3241-7181) [QUANTO] R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia entrada) [COMPRE AQUI]

Vou Voltar . Crédito Julia Marcier.

 VOU VOLTAR

O Grupo Ponto de Partida, de Barbacena, vai contar histórias de refugiados no espetáculo Vou Voltar. A direção, como sempre, é de Regina Bertola. Pelas fotos parece uma montagem bem diferente daquilo que marca a trajetória do grupo. O que é ótimo! A trama foi inspirada na história do grupo de teatro uruguaio El Galpón. Como destaca o material de divulgação, a peça “fala das tantas fronteiras que catalogam e impedem de transitar.

[O QUE] Vou Voltar com Grupo Ponto de Partida [QUANDO] 18 e 19 de agosto, 20h [ONDE] Teatro Bradesco (Rua da Bahia, 2244) [QUANTO] R$ 40 (inteira) R$ 20 (meia) [COMPRE AQUI]

CIRCUITO DA FOTOGRAFIA E DO PATRIMÔNIO CULTURAL

CIRCUITO DA FOTOGRAFIA E DO PATRIMÔNIO CULTURAL

O Dia Internacional da Fotografia será comemorado dignamente em BH. Teremos o Circuito de Fotografia e do Patrimônio Cultura com várias atrações. A minha aposta vai para o Duelo de Rimagem, promovido pelo Coletivo Erro 99. Como funciona: MC’s convidados são estimulados a criar rimas a partir das imagens que são projetadas em um telão. Isso deve ser bem legal!

[O QUE] Circuito da Fotografia e do Patrimônio Cultural [QUANDO] 16 a 19 de agosto, 17h30 [ONDE] Circuito Liberdade (Praça da Liberdade, s/n,Funcionários, BH, (31) 3916-2025) [QUANTO] Gratuita.

Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes . Crédito Rodrigo Sampaio.

FESTIVAL CULTURA E GASTRONOMIA DE TIRADENTES

Lá se vão 20 anos de Festival de Gastronomia em Tiradentes. Este ano o evento presta uma homenagem a Minas Gerais. Desta forma, chefs daqui se destacam na preparação dos jantares. São eles: Ilmar de Jesus (Casa Cheia), Flávio Trombino (Xapuri), Caetano Sobrinho (A Favorita), Rodrigo Zarife (Ro.Za Bistro), Márcio Santoro (Albanos), Iara Rodrigues (quitandarte), Rafael Pires (Pacco e Bacco), Laura Cota (De Lá), Eduardo Girão, Ricardo Rodrigues (Maria das Tranças), Gabriel Valadão (Queijaria Bem Mineiro), entre outros. Na programação artística, sexta tem Aline Calixto e sábado Thiago Delegado e Fernando Sodré.

[O QUE] Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes [QUANDO] 18 a 27 de agosto [ONDE] Praça da Rodoviária e Largo das Forras, Tiradentes [QUANTO] Gratuito.

ANABELLE

Quem gosta de filme de terror sabe o quanto Anabelle é um fenômeno. Pois é chegada a hora da continuação do longa sobre a boneca amaldiçoada.  O longa é uma trama paralela de Invocação do Mal (2013. A direção do filme é de David F. Sandberg.  Foi muito bem de bilheteria na estreia americana e tem em média 69% de aprovação da crítica especializada.

JOAO, O MAESTRO

O maestro João Carlos Martins certamente merece ter a história contada. Bem contada. O que não parece ser o caso do filme que chega aos cinemas. A julgar pelo trailer, o protagonista é caricato demais. Além de parecer que o tom melodramático foi o escolhido para narrar a experiência do pianista que se tornou maestro ao descobrir um problema de saúde que o impediria de tocar. O ator Alexandre Nero é quem interpreta o protagonista na idade adulta.