Culturadoria para o seu fim de semana: 10 de novembro

A música reina entre as atrações selecionadas pelo Culturadoria hoje. Não que as outras artes estejam fracas. Pelo contrário. Confira e faça suas apostas!

 

 

Dona Onete é uma das atrações do Festival Giro Brasil. Crédito: Lais Teixeira/Divulgação

Festival Giro Brasil, edição Minas + Pará

A Jaburana vai esquentar a galera no festival Giro Brasil. Esta edição será dedicada ao encontro da sonoridade do Pará com Minas Gerais. Dona Onete, queridona do público mineiro, é uma das principais atrações junto com representantes da nova geração da música de lá, tipo Felipe Cordeiro, o duo Strobo e Jaloo. Do lado de cá, fazem parte da programação a DJ Palomita, Matheus Brant e Renato Rosa. Aquelas festas que prometem varar a noite.

[O QUE] Festival Giro Brasil, edição Minas + Pará [QUANDO] 11 de novembro, 21h [ONDE] Mercado Distrital do Cruzeiro (R. Ouro Fino, 452, Cruzeiro, BH, (31) 3223-7844) [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia).

Arnaldo Antunes é atração no Cine Theatro Brasil. Crédito: Reprodução Internet

ARNALDO ANTUNES

Com formação intimista Arnaldo Antunes sobe ao palco do Cine Theatro Brasil para apresentar canções que marcam toda a carreira solo. O repertório mostra um pouco o quanto ele transita bem entre os colegas. “Não Vou Me Adaptar”, “Saiba”, “Meu Coração”, “Muito Muito Pouco”, dividem o set list com mais recentes como “Já É”, como “Naturalmente, Naturalmente”. Arnaldo vem pouco a BH com o show solo o que significa dizer que é uma raridade boa para se aproveitar.

[O QUE] A Casa é Sua Arnaldo Antunes [QUANDO] 11 de novembro, 21h [ONDE] Cine Theatro Brasil (Av. Amazonas 315, Centro, BH, (31) 3243.1964) [QUANTO] R$50 (inteira) R$25 (meia) [COMPRE AQUI]

Marisa Monte e Paulinho da Viola estão de volta ao KM de vantagens Hall. Crédito: Marco Froner/Divulgação

PAULINHO DA VIOLA E MARISA MONTE

Eles estiveram aqui em maio e mostraram o quanto o encontro musical deles é também resultado de muita amizade. Paulinho da Viola e Marisa Monte estão de volta. O repertório é um primor. Um passeio pela história do samba, com pitadas de MPB. Poucos riscos de ambos os lados mas a certeza de que você – se for fã de MPB e Samba – vai se emocionar. Confira a resenha que fiz na primeira passagem deles por aqui.  Foi elegância pura.

[O QUE] Paulinho da Viola e Marisa Monte [QUANDO] 11 de novembro, 22h [ONDE] Km de Vantagens Hall (Av. Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro, BH, (31) 3209-8989) [QUANTO] Mesa setor I R$ 1200 Mesa Setor II R$ 1000 Pista/Arquibancada 1º Lote R$ 150 (inteira) R$ 75 (meia) [COMPRE AQUI] 

Chegou a vez do repertório de Chico César ganhar arranjos sinfônicos. Crédito: Luiz Garrido/Divulgação

SINFÔNICA POP CONVIDA CHICO CÉSAR

Eis um projeto que deu certo: a combinação da sonoridade Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e o repertório popular. Chegou a vez de Chico César participar do projeto sob a regência do maestro Sérgio Gomes. Claro que canções mais conhecidas como À Primeira Vista e Mama África estarão no repertório. Não só. Tem também novos arranjos para as canções do disco Estado de Poesia lançado em 2015 e que ganhou versão ao vivo este ano.

[O QUE] Sinfônica POP convida Chico César [QUANDO] 11 de Novembro, 20h30, 12 novembro 19h [ONDE] Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537, Centro, BH, (31) 3236-7400) [QUANTO] R$ 60 (inteira) R$ 30 (meia) [COMPRE AQUI]

Cantora Joyce se apresenta no projeto Domingo no Museu. Crédito: Léo Aversa/Divulgação

JOYCE MORENO

Tem lançamento no Domingo no Museu. A cantora Joyce apresenta aos mineiros o repertório de Palavra e Som, o novo disco. Nem precisa falar que se trata de uma sonoridade muito elegante que mistura samba, jazz, enfim, as influências que formam a carreira dessa cantora e compositora. Estará acompanhada de Tutty Moreno e Rodolfo Stroeter. Programinha chique para a manhã de domingo!

[O QUE] Joyce Moreno, “Palavra e Som” [QUANDO] 12 de novembro, 11h [ONDE] Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16.585, (31) 3222-5271) [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia).

 

 

Cyntia Paulino retorna ao cartaz com o ótimo monólogo Coisas boas acontecem de repente. Crédito: Catarina Paulino

COISAS BOAS ACONTECEM DE REPENTE 

Já vi as duas versões dessa peça: a mais curta e a mais longa. Gosto de ambas. O monólogo da atriz Cynthia Paulino baseado nos textos de Karine Alexandrino é o discurso da mulher empoderada necessário para os dias de hoje. Como a própria autora descreve, é um espetáculo libertário, amoroso e revolucionário. Tudo começa com uma conversa bem franca entre a personagem e a plateia sobre o que é ser mulher hoje e tudo aquilo que precisamos enfrentar.

[O QUE] Coisas boas acontecem de repente [QUANDO] 10 a 12 de novembro [ONDE] Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537, Centro, BH, (31) 3236-7400) [QUANTO] R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia).

 

 

VAZANTE

Filme que causou o maior furdunço no debate no Festival de Brasília, Vazante é um divisor de águas na carreira da cineasta Daniela Thomas. Ela que sempre dirigiu em dupla, assumiu sozinha o desafio de contar uma história sobre o patriarcalismo brasileiro que se passa em 1821. Fala sobre escravidão – e por isso foi muito criticada – mas principalmente sobre o machismo encravado nessa sociedade. Longa tem uma fotografia belíssima, trama tensa.

[O QUE] VAZANTE, de Daniela Thomas

Burger em homenagem a Jaime Lannister entre as opções do Burger Fest. Crédito: Mateus Baranowski/Divulgação

BURGER FEST 

Gosta de hamburger? Chegou a melhor temporada pra você. O Burger Fest reúne mais de 20 estabelecimentos em uma competição para saber qual o melhor burger da cidade. São mais de 30 receitas inéditas criadas especialmente para o evento. Aquele tipo de disputa que diverte e, neste caso, alimenta. Na foto, uma das invenções do James Burger.

[O QUE] 11ª edição Burger Fest [QUANDO] 10 a 26 de novembro

 

 

Praça da Liberdade receberá o Museomix. Crédito: Izabel Chumbinho/Divulgação

MUSEOMIX

Nos arredores do Circuito Liberdade a maratona é internacional e criativa. O Museomix lançou o desafio para designers, artesãos, programadores, mediadores, comunicadores e artistas, amadores ou profissionais inventarem o museu do futuro. Os participantes foram estimulados a construir dispositivos inovadores de mediação entre acervos e visitantes. No fim de semana, quem visitar o evento vai poder testar tudo. Além disso, inúmeras exposições mostras e outras atividades serão realizadas ao mesmo tempo. O Museomix teve origem na França, em 2011, e desde então já foi realizado em oito países e 43 museus. Confira a programação completa aqui.

[O QUE] Museu Mix [QUANDO] 10, 11 e 12 de novembro [ONDE] Circuito Cultural da Praça da Liberdade [QUANTO] Gratuito.