Culturadoria para o seu fim de semana: 08 de setembro

A Culturadoria do fim de semana prolongado em BH até que não está lotada, mas temos ótimas opções para aposta. O americano Devendra Banhart chega pela primeira com seu indiefolk. No teatro, aposto na estreia de Suave coisa nenhuma, com texto de Marina Viana e direção de Samira Ávila. E tem terror no cinema com a chegada de IT – A Coisa.

Devendra BanhartMatthew Eisman divulgação.

DEVENDRA BANHART
Figura interessantíssima da música indie internacional Devendra Banhart vem pela primeira vez a BH. Ele que nunca escondeu a admiração pela música brasileira, em especial, o movimento da Tropicália – o gringo é mega fã dos Mutantes – chega para o lançamento do nono álbum da carreira, chamado Ape in the Pink Marble. A performance de Devendra no palco é impressionante. No repertório estarão as 13 faixas do novo álbum e sucessos antigos como Carmensita e Mala.


[O QUE]
Devendra Banhart [QUANDO] 10 de setembro, 21h [ONDE] Music Hall (Avenida do Contorno, 3.239, Santa Efigênia, BH, (31) 3209-8686) [QUANTO] R$ 180 (inteira) R$ 90 (meia) [COMPRE AQUI]

Senta a Pua Gafieira. Reprodução da internet.

SENTA A PUA

A gafieira do Senta a Pua está de volta. A banda comemora 10 anos de carreira promovendo seus tradicionais bailes pela cidade. Em setembro, ocupará a A Autêntica em show com participação do baixista Ivan Corrêa. Senta a Pua mistura samba, choro, salsa, maxixe, forró, xote, choro e bolero, ou seja, só música para dançar junto e relembrar os tempos de ouro dos bailes. A banda fez o maior sucesso na noite de BH quando começou a promover as festas dançantes do CentoeQuatro.

[O QUE] Senta a Pua Gafieira [QUANDO] 9 de setembro, às 22h [ONDE] A Autêntica (rua Alagoas, 1.172, Savassi) [QUANTO] Ingressos antecipados a R$ 15  e R$ 20 na bilheteria, no dia do evento [COMPRE AQUI]

 

Reprodução da internet..

LUIZ GABRIEL LOPES + MATERIA PRIMA

Com disco novo na praça, Luiz Gabriel Lopes se junta a Matéria Prima para rodada dupla na Autêntica. Mana é terceiro disco de LG, feito com a produção de Lenis Rino. O disco participações de Mauricio Pereira e Ceumar mas do show quem participa é Marcelo Veronez. São dez faixas que ele considera “mais cruas e diretas”.  Matéria Prima, por sua vez, apresenta o repertório do segundo disco da carreira, chamado 2 Atos e terá a participação de Sérgio Pererê.

[O QUE] Luiz Gabriel Lopes + Materia Prima [QUANDO] 8 de setembro, 22h [ONDE] A Autentica (Rua Alagoas, 1172, Savassi, BH, (31) 3654-9251) [QUANTO] R$ 15 (antecipado) R$ 20 (portaria) [COMPRE AQUI] 

                                         

A Turma da Mônica. Caio Gallucci divulgação.

A Turma da Mônica

Os personagens de Maurício de Souza estão juntos na peça A Turma da Mônica Contra o Capitão Feio. Todo mundo participa do musical: Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Anjinho. A missão deles é combater o desperdício de água. A montagem é de alta tecnologia. O cenário é 100% inflável e ainda tem projeções em mapping. Fino e para todas as idades!

[O QUE] A Turma da Mônica contra o Capitão Feio [QUANDO] 09 e 10 de setembro, 16h [ONDE] Cine Theatro Brasil Vallourec (Av. Amazonas, 315, Centro, BH, (31) 3201-5211) [QUANTO] Plateia I, II e Superior R$80 (inteira) R$40 (meia) Fundo platéia superior R$50 (inteira) R$25 (meia) [COMPRE AQUI] 

Trio [Re]Mexido. Luiza Palhares divulgação.

MOSTRA TUDO

A cia Circunstância promove a 2º Mostra Tudo com espetáculos circenses, oficinas e “otras cositas más”.  Serão dois espetáculos na abertura, ambos na Praça Floriano Peixoto, em Santa Tereza com entrada gratuita. Trio [Re]Mexido é da Cia Circo em Cena, montagem que traz releituras de números de palhaçaria. A própria Cia Circunstância apresenta o 1,2,3 testando que tem vibe parecida. A programação vai até o dia 16 de setembro.

[O QUE] Trio [Re]Mexido, circo em cena e 1,2,3… Testando! [QUANDO] 10 de setembro, 15h [ONDE] Praça Floriano Peixoto (Av do Contorno, s/n, Santa Efigênia) [QUANTO] Gratuito.

Danilo Galvão divulgação.

PERFORMANCES

Flávia Pinheiro é uma performer do Recife que traz a BH seu trabalho. Ou melhor, é um conjunto deles. São três solos inéditos: “Diafragma – Dispositivo Versão Beta” e “Como Manter-Se Vivo?”, para teatros e a intervenção urbana “Contato Sonoro”. A artista pesquisa a relação do corpo com a tecnologia.

[O QUE] Diafragma Dispositivo Versão Beta, Flávia Pinheiro [QUANDO] 06 de setembro, 20h, 07 a 09 de setembro, 19h [ONDE] de 06 a 07 de setembro Teatro Espanca (Rua Aarão Reis, 542, Centro, BH, (31) 3657-7348) de 08 a 09 de setembro Teatro Marília (Av. Prof. Alfredo Balena, 586, Funcionários, BH, (31) 3277-4697) [QUANTO] Teatro Espanca, R$ 5. Teatro Marilia, entrada gratuita.

SUAVE COISA NENHUMA 

Os abusos diários das relações duradouras é tema do espetáculo Suave coisa nenhuma. A dramaturgia é de Marina Viana, dado que me faz olhar para essa montagem com bastante otimismo. A peça nasceu de uma cena curta apresentada no tradicional festival do Galpão Cine Horto e foi dirigida por Samira Ávila. O elenco é formado por Henrique Cordoval, Lorena Tófani, Manu Ranilla e Nath Rodrigues.

[O QUE] Espetáculo “Suave Coisa Nenhuma” [QUANDO] 08 e 09 de setembro, 20h, 10 de setembro, 19h [ONDE] Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420, Centro, BH (31) 3270 8100)  [QUANTO] R$10 (inteira), R$ 5 (meia) e R$4 (comerciário).

O DESASSOSSEGO DO EU

São seis artistas, de áreas diferentes, que se juntam para pensar sobre identidade a partir da linguagem multidisciplinar. Eis o desafio da exposição “O desassossego do eu” montada no Museu da Moda. O idealizador é o fotógrafo Arthur Senra que convidou para estar com ele nessa empreitada o grafiteiro Ramar Gama, o videomaker Domingos Dantas, a cantora e compositora Sara não tem nome e o artista plástico Matheus Dias. Todos tiveram que responder por meio da arte a seguinte pergunta: Quem sou eu?

[O QUE] Exposição O Desassossego do Eu de Arthur Senra, Ramar Gama, Domingos Dantas, Sara não tem nome, Matheus Dias [QUANDO] Até 04 de outubro [ONDE] Museu da Moda (Rua da Bahia, 1149, Centro) [QUANTO] Grátis

It- A coisa

Adaptação mega esperada do livro de Stephen King. Uma história que mistura palhaços maldosos e desaparecimento de crianças.  Blogs especializados tem publicado que o filme diverte mais do que assusta. Ainda assim, muitos apostam na qualidade da transposição do livro para a telona. Confira algumas críticas: CINE POP;  Observatório do Cinema e Jovem Nerd

UMA MULHER FANTASTICA

O filme chileno Uma Mulher Fantástica saiu do Festival de Berlim com três prêmios: o Urso de Prata, Teddy e o Ecumênico do Júri. Um sinal interessante sobre a produção dirigida por Sebastián Lelo, protagonizado por Daniela Vega. É a história de uma garçonete transexual que sonha em ser cantora e tem a vida revirada depois da morte de seu companheiro. Segundo o El País, trata-se de um longa delicado e sufocante.