O ator Leo Fernandes na peça Cachorro enterrado vivo. Credito: Lia Rodrigues
22 nov 2016

Ator Leonardo Fernandes é indicado APCA por atuação em Cachorro Enterrado Vivo

O ator Leo Fernandes na peça Cachorro enterrado vivo. Credito: Lia Rodrigues

O ator Leo Fernandes na peça Cachorro enterrado vivo. Credito: Lia Rodrigues

Teve gente que tentou impedir a estreia do espetáculo porque acreditou piamente que se tratava de algo que maltratava animais. Esse foi apenas um dos desafios que o ator Leonardo Fernandes enfrentou até a estreia de Cachorro enterrado vivo na Sala João Ceschiatti de maneira totalmente independente em abril de 2015.

Nada como um dia após o outro.

Leo Fernandes é um dos indicados ao prêmio de melhor ator entregue da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Muito merecido. O espetáculo tem direção de Marcelo Fonseca. É o primeiro solo da carreira do ator.

Antes fez ‘Flicts’, com direção de Wilson Oliveira, ‘O que você foi quando era criança?‘ e ‘Inverno‘, ambas com direção de Rita Clemente, além de ‘Horácio‘, de Carlos Gradim, dentre outras peças.

Inflamação nos ombros e no punho foram apenas alguns dos tantos desafios físicos que enfrentou ao longo do processo. Tudo tinha uma razão: Leo Fernandes precisava levar o texto de Daniela Pereira de Carvalho para o palco. Foi feito para ele. Defendido por ele que agora é reconhecido por toda entrega.

Também foram indicados na mesma categoria Bruce Gomlevsky (Uma Ilíada), Eric Lenate (Fim de Partida), Rodrigo Bolzan (Projeto Brasil), Flavio Bauraqui (Cartola) e Ney Piacentini (Espelhos).

Gostou? Compartilhe!

Artigos Relacionados

Fim de semana no Fit-BH: cheio de sentidos e vazio de público

Sou da turma que enfrentou mais de 12 horas de fila para comprar um ingresso para ver Peter Brook e Teatro da Vertigem no Fit-BH de 2004. Em 1997, na edição do centenário de BH, também estava lá correndo com uma multidão atrás do Generik Vapeur do Parque Municipal até a Praça da Estação. Antes […]

Leia Mais

Impressões abertura Fit-BH 2018: o que é teatro hoje?

Encostada em uma das árvores centenárias do Parque Municipal, Lus Mar se esforçava para captar alguma cena de Looping: Bahia Overdub. De pé no canteiro, puxou papo. “Você está entendendo alguma coisa?”. Achei melhor fazer cara de incógnita. Naquele momento, a opinião dela me interessava bem mais. “Não estou nem sentindo que estou em abertura […]

Leia Mais

Espetáculos de rua e para crianças em destaque no FIT 2018

O conceito do Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte 2018 é Corpos-Dialetos. Ou seja, propõe um olhar sobre as diásporas africanas e a cena nordestina. Analisamos todos espetáculos de rua e os infantis escolhidos pela curadoria e fazemos aqui nossas apostas. Confira! Você pode ainda conferir as apostas entre as peças […]

Leia Mais

Comentários